"Good cats are dead cats"

.

.

Seja bem vindo ao meu mundo onde a fantasia é a única realidade!

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Sombra e luz

Dessa vez a sombra era outra, eu acredito que já a conhecia, por que a presença não me era estranha, mas nunca a tinha visto. Ainda não sei ao certo se a vi ou se foi tudo um pesadelo, daqueles que você não sabe se os seus olhos estavam abertos ou fechados. E de todo coração desejo que a segunda opção seja a verdadeira.
A sombra era escura, não chegava a ser preta, era mais uma fumaça cinza chumbo, e tinha forma humana. E a sua energia me fazia pensar que era um homem. No pescoço carregava uma estrela, eu não sei se contei certo porque vi nove pontas, e eu nunca vi um símbolo assim.
Ela estava parada na janela do meu quarto, olhando para o nada, como um fantoche.
Foi quando ela olhou para mim, eu tentei fechar os olhos ou sair dali, mas ela me sugou a atenção... e os olhos, os olhos não tinham pupilas, eram duas esferas azuis intensas, sinceramente não acredito que esse azul exista.
O que vi?
O nada, e ao mesmo tempo tudo, vi a mim mesma e algo sobre um futuro atormentador, vi uma alma agonizando e ao mesmo tempo orgulhosa pela escolha que fizera. Sim, vi muito mais, mas prefiro te guardar disso.
E os olhos quase devoraram os meus, e eu não conseguia me libertar...
Foi então que a sombra, uma outra, aquela que eu já conhecia tapou meus olhos, e eu adormeci...